voltar ao início
7 de Dezembro - Aniversário de Mário Soares

"A minha infância passou-se no número 153 da Rua Gomes Freire, onde nasci: vivíamos no segundo andar esquerdo, ainda hoje lá está a casa que, entretanto, foi reconstruída, mas as paredes são ainda as do meu tempo de criança. (...) Fui uma criança despreocupada, feliz, embora sempre ultraprotegida pelos meus Pais, os meus meios-irmãos, os amigos de meu Pai."

Soares-Ditadura e Revolução, Maria João Avillez, 1996, pág. 27

Textos de Mário Soares

659

Dois discursos importantesArtigo publicado na Revista Visão30.OUT.2015

638

Uma revolução - A Encíclica PapalArtigo publicado no Diário de Notícias23.JUN.2015

667

Os 30 anos de adesão á U.E.Artigo publicado na Revista Visão11.JUN.2015

622

A insensatez de um governo fimArtigo publicado no Diário de Notícias02.JUN.2015

631

O escândalo da TAPArtigo publicado no Diário de Notícias26.MAI.2015

625

Alterações climáticasArtigo publicado no Diário de Notícias19.MAI.2015

619

Os discursos de Passos CoelhoArtigo publicado no Diário de Notícias05.MAI.2015
ler todos

Destaques

001315

Prémio Mário Soares - Fundação EDP | 202113-7-2021

Estão abertas até 15 de setembro as candidaturas ao Prémio Mário Soares - Fundação EDP, atribuído pela Fundação Mário Soares e Maria Barroso e Fundação EDP.

001316

Oficina Colaborativa de Audiovisual Brasil-Portugal: Ditaduras e Resistência(s) | candidaturas6-8-2021
Estão abertas até 15 de setembro as candidaturas à Oficina Colaborativa de Audiovisual Brasil-Portugal: Ditaduras e Resistência(s), promovida pela Fundação Getúlio Vargas/CPDOC e a Fundação Mário Soares e Maria Barroso.

001311

Colóquio "São Mesmo as Últimas": Diário de Lisboa, 1921-1990 - Chamada de trabalhos30-11-2021Fundação Mário Soares e Maria Barroso, Lisboa

Está aberta, até 30 de setembro, a chamada para apresentação de propostas de comunicação para o Colóquio "São Mesmo as Últimas": Diário de Lisboa, 1921-1990, que terá lugar a 30 de novembro na Fundação Mário Soares e Maria Barroso, em Lisboa.

001318

Nota de pesar pelo falecimento do Presidente Jorge Sampaio10-9-2021

Jorge Sampaio foi uma figura central da democracia portuguesa. Destacado combatente contra a ditadura, construtor da democracia, dedicou toda a sua vida à causa pública.

Foi presidente da Câmara Municipal de Lisboa, entre muitos cargos públicos que exerceu. Secretário-geral do Partido Socialista entre 1989 e 1992. Presidente da República entre 1996 e 2006.

A Fundação saúda o exemplo que, no exercício de relevantes funções públicas nacionais e internacionais e como cidadão empenhado que foi até ao final da vida, o seu enorme legado constitui de compromisso cívico em defesa dos direitos humanos e de cooperação e diálogo entre povos.

001317

Mesa redonda "Negritude, Identidades, Direitos Humanos"2-9-2021
A mesa redonda "Negritude, identidades e direitos humanos", organizada pela Fundação Mário Soares e Maria Barroso, em colaboração com o IndieLisboa e a Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema, parte de problemáticas estruturantes na obra cinematográfica de Sarah Maldoror com o objetivo de refletir sobre as questões do racismo e da discriminação em Portugal, os discursos de ódio e de intolerância, a herança colonial e as desigualdades no acesso à participação democrática.

Fundação Mário Soares e Maria Barroso
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 052 96 99
geral@fmsoares.pt | casa-museu@fmsoares.pt